Granja Viana: Morre o advogado e pensador Roberto Ferrari de Ulhôa Cintra


Ulhôa, como era conhecido, estava em uma casa de repouso e faleceu aos 78 anos.

Segundo sua ex esposa, Angela, ele havia sido internado em 2018 por conta do mal de Parkinson e em 2019 teria ido para uma casa de repouso. Recentemente teria adquirido uma pneumonia e ontem acabou falecendo após uma parada cardiorrespiratória.


Bacharel em direito pela USP, também era Doutor em Direito e autor da Tese e do livro "A Pirâmide da Solução dos Conflitos: uma contribuição da Sociedade Civil para a Reforma do Judiciário". O livro foi editado pelo Senado Federal em 2008 e tem perto de 40 artigos publicados no Jornal O Estado de São Paulo , no Boletim “ Conjur”.


Com especialização na Harvard University e na New York University, tinha Curso de Administração de Instituições Financeiras pelo IBMEC-Rio e Curso de especialização de Mercado de Capitais pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo - FGV. Estudava e pesquisava o Direito e a Justiça "sustentáveis", o que chamava de “Direito Verde” e de “Justiça Verde”.


Na Granja Viana, presidiu por 15 anos o Think Tank - Pensar e Agir Granja Viana, um grupo organizado da sociedade civil que buscava soluções para os problemas das Granja Viana, trazendo para suas reuniões profissionais de diversos segmentos e moradores da região. Para Ulhôa, a função do grupo era dar soluções novas e pensar diferente.


Ulhôa estava divorciado há 3 meses, e deixa 1 filho e duas netas. Seu corpo foi levado pra Piracicaba, onde foi cremado.