top of page

Greve no metrô: Estações seguem fechadas após anúncio de liberação das catracas


Paralisação atinge linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata.


O Metrô de São Paulo aceitou a proposta dos trabalhadores de liberar as catracas para encerrar a greve. Apesar do acordo, ainda não há previsão de quando as estações serão reabertas.

Segundo o Metrô, a medida será colocada em prática condicionada ao retorno imediato de 100% dos funcionários da operação e manutenção, para garantir a segurança dos passageiros. Resumo:

Linhas paradas: 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata

Linhas operando: 4-Amarela e 5-Lilás

CPTM e EMTU operam normalmente

Rodízio de veículos suspenso

Às 8h30, o Metrô disse que as estações permanecem fechadas e que trabalha para iniciar o plano de contingência assim que as condições de segurança estiverem atendidas.


Antes da paralisação, o Sindicato dos Metroviários já tinha proposto a liberação das catracas como alternativa, afim de evitar que a população fosse prejudicada durante as negociações. Os trabalhadores cobram o pagamento de abono salarial.

Segundo o sindicato, os trabalhadores já estão sendo orientados a retornar para que as estações sejam abertas. A previsão é a de que a operação seja retomada por volta das 11h.

Em nota, o governo afirmou que a liberação deve gerar prejuízo dificultando ainda a saúde financeira da empresa.

A Companhia ainda afirma que tentou todas as formas de negociação, "inclusive com a concessão de benefícios como o pagamento de progressões salariais. A empresa também cumpre integralmente com o acordo coletivo de trabalho e as leis trabalhistas."

A greve A paralisação começou na madrugada desta quinta, incialmente por tempo indeterminado, nas linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata.

As linhas 4-Amarela e 5-Lilás do Metrô funcionam normalmente.

As três linhas afetadas pela greve respondem por 90% dos 2,8 milhões de passageiros transportados por dia por todo o Metrô de São Paulo.


Caos Usuários relatam que foram pegos de surpresa e se aglomeravam em frente as estações. Por conta da paralisação, a CPTM, que opera normalmente, registra lotação e longas filas para acessar as catracas.

A dificuldade também era para embarcar nos ônibus alternativos e ou conseguir solicitar um veículo por aplicativo.


Os trens da CPTM também estão circulando, segundo a companhia, mas as transferências para as linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha do Metrô permanecerão fechada.

Já as transferências com as linhas 4-Amarela e 8-Diamante funcionarão normalmente nas estações Luz e Barra Funda.


A EMTU informou que as linhas operam normalmente e que vai reforçar principalmente as integradas ao Metrô e à CPTM.


O rodízio municipal de veículos foi suspenso.


Com informações do G1

Foto: TV Globo/Reprodução

46 visualizações

Comments


bottom of page