Guardas civis são condecorados após salvarem vida de recém-nascido

Atualizado: 9 de Dez de 2020


Os guardas receberam a Medalha de Mérito Policial – Lei e Ordem, em Carapicuíba

Na manhã do dia 25 de março de 2020, três Guardas Municipais, que haviam acabado de atender uma ocorrência, passavam de viatura pela Estrada do Jacarandá quando foram surpreendidos por um carro parado na via. Do veículo saiu uma mãe desesperada, pedindo ajuda para socorrer seu bebê recém-nascido – ele sufocava engasgado. “Paramos a viatura e de imediato desembarcamos. Nessa hora, eu vi que o bebê já estava roxo. Peguei no colo, e como era o motorista, entreguei ele ao encarregado Neves. Prontamente ele iniciou a manobra de capotamento para desengasgar a criança. Quase chegando ao Pronto Socorro Infantil, o recém-nascido deu um chorinho e voltou a respirar. Assim, demos entrada na emergência”, narra o Guarda Edmir, comovido ao relembrar o fato. Após o acontecido, o bebê Henry se recuperou bem e em novembro completou 9 meses.

No dia 4 de dezembro, os três Guardas que participaram da ação – Neves, Prado e Edmir – foram condecorados com a Medalha de Mérito Policial – Lei e Ordem, uma honra a agentes por atos de bravura por salvamento de vidas humanas.

“Hoje estamos sendo reconhecidos! Essa medalha é apenas uma fita, um pedaço de metal, o que vale para nós é o que representa! O que nos da alegria é saber que hoje um pai, uma mãe, pode abraçar e estar com seu filho”, celebra o GCM Edmir. A cerimônia realizada na Sede da Guarda Municipal de Carapicuíba, foi conduzida pelo presidente da Associação Brasileira das Forças Internacionais de Paz da ONU (ABFIP), Walter Vargas, que ressaltou a importância desses heróis. “Hoje estamos olhando para heróis! Guerreiros anônimos que estão no dia a dia enfrentando o crime”. Além do presidente, estavam no local o Comandante da GCM, Hélio Souza, o Secretário-adjunto de Segurança, Márcio Reis, a família do bebê, e os demais Guardas da sede.

A mãe, Ashley Carolina, se emocionou ao recordar o acontecido e agradeceu aos agentes, “Sou eternamente grata. Esses guardas foram anjos na minha vida e na vida do meu filho. Sou muito grata a eles por terem realmente salvado a vida do meu filho”. Já o bebê Henry não parava de brincar e sorrir para os guardas, que grandiosamente salvaram sua vida.