top of page

Ibiúna: Após discussão, pai mata filho por dívida de R$5 mil reais


Ele foi abordado e preso pela PM no km 49 da Rodovia Bunjiro Nakao


Fau Barbosa

Policiais Militares foram informados via COPOM por volta das 23h20 desta quinta-feira, 23, que um indivíduo havia efetuado disparos de arma de fogo tirando a vida do próprio filho.

Crime teria ocorrido em Ibiúna.


Em seguida o autor teria se evadido do local em um veículo GM/Celta preto, seguindo pela rodovia Bunjiro Nakao no sentido à cidade de Vargem Grande Paulista.


Diante da informação recebida os policiais passaram a realizar patrulhamento para localizar o veículo. Após diligências, acabaram avistando o automóvel no km 49 da rodovia Bunjiro Nakao. Foi feita a abordagem e em revista pessoal nada de ilícito foi encontrado com o indivíduo. Ao fazerem a vistoria no carro localizaram, no porta objetos ao lado do motorista, um revólver calibre 38 com cinco munições deflagradas.

No assoalho do veículo, atrás do banco do motorista e dentro de uma sacola haviam 33 munições intactas. Uma munição também intacta estava no assoalho ao lado do banco do passageiro.


Indagado, a princípio o indivíduo, de 65 anos negou ter cometido o crime e disse que estava indo para sua casa em Vargem Grande Paulista. Em seguida, entretanto, ele disse que havia tirado a vida de seu filho de 37 anos, por conta de dívidas.


Diante dos fatos os policiais algemaram o pai e o conduziram, junto com o veículo à Delegacia de Cotia para dar ciência à Autoridade Policial. Foi feito contato com a Guarda Municipal de Ibiúna, que já se encontrava preservando o local do homicídio.


Ao tomar conhecimento dos fatos, a Autoridade Policial determinou a preservação do local, e requisitou perícia ao CEPOL Deinter 7 de Sorocaba. A arma de fogo com numeração suprimida, os estojos e as munições foram apreendidos e encaminhados para exame pericial.


O crime

Guardas Civis de Ibiúna foram acionados, via CECOM, para atendimento de uma ocorrência de desentendimento entre familiares, onde uma das partes estaria ferida, não sabendo precisar se por arma de fogo ou arma branca (faca).


Chegando ao endereço, uma equipe do SAMU e uma equipe do APH (Atendimento Pré-Hospitalar), já haviam atendido a ocorrência e informaram que a vítima já não apresentava mais sinais vitais.


No local os guardas conversaram com a esposa da vítima, que contou que seu marido tinha uma dívida de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) com o pai. Ela havia feito a transferência via Pix, mas por algum motivo houve o estorno do valor e o pai imaginando que havia sido enganado, foi até a casa do filho, bateu na janela e em seguida deu vários chutes contra a porta. O filho correu para tentar segurar a porta, mas nesse instante o pai efetuou os disparos, atingindo a vítima através da porta. O rapaz ainda se escondeu embaixo da janela enquanto a esposa foi pedir por socorro, porém não resistiu.


No local haviam as marcas dos disparos na porta do quarto do casal, a porta da cozinha quebrada e manchas de sangue no chão do quarto da vítima.


O pai disse à polícia que constantemente apanhava de seu filho por conta de dinheiro, pois ele exigia que este fizesse compras para ele. No dia do crime, ele tinha ido até a casa da vítima para visitar sua neta, mas chegando lá passou a discutir com o filho, o qual lhe agrediu com um soco no rosto. Ele então teria ido até a sua casa, pegou o revólver que havia adquirido há algum tempo, colocou munição e voltou para a casa do filho onde efetuou vários disparos contra ele, mas não sabia se o havia atingido. Em seguida entrou no carro e pegou a rodovia.


O caso foi registrado como Homicídio Qualificado por motivo fútil (art. 121, parágrafo 2º, inciso II). O delegado determinou a prisão em flagrante do pai, de anos e representou pela prisão preventiva.



Atendeu a ocorrência a viatura M-33406 da Polícia Militar, com apoio das viaturas do CGP IV M-33444, M-33440 e I-40202, viatura 038 da Guarda Civil de Ibiúna e viaturas do Samu e equipe do APH.

185 visualizações

Comments


bottom of page