top of page

Indivíduo é preso por furto, tenta cortar o pulso e fere Guarda Civil Feminina


Faca estava no bolso do indivíduo e foi apreendida


Fau Barbosa

No sábado, 22, por volta das 11h30, um indivíduo de 30 anos foi preso em flagrante pela Guarda Civil de Cotia, após furtar uma loja de autopeças.


Os Guardas estavam em patrulhamento quando foram acionados via Cecom para atender uma ocorrência de furto em um estabelecimento comercial. Em frente a um condomínio de prédios na Estrada do Morro Grande, os guardas se depararam com o suposto autor já dominado e deitado no chão, com a vítima aguardando a presença da viatura.


Segundo apuraram, a vítima trabalha em uma loja de auto peças. O indivíduo teria ido até o local para comprar algumas peças e pediu um jogo de velas para Peugeot.

O vendedor então colocou as velas sobre o balcão. O indivíduo então tirou as velas da caixa e as colocou no bolso, sem que o vendedor percebesse. Em seguida, saiu do local sem pagar e dirigiu-se à sua residência. Ao perceber o furto, o vendedor foi até o local onde o homem morava e ao chegar lá viu que o homem já estava colocando as velas em seu veículo. Ele indagou sobre a mercadoria e o pagamento, momento em que passaram a trocar xingamentos e entraram em vias de fato. O vendedor conteve o indivíduo e acionou a GCM, que ao chegar ao local lhe deu voz de prisão, sendo algemado e conduzido ao DP de Cotia.


Na delegacia, enquanto o boletim de ocorrência era registrado, o indivíduo teve suas algemas retiradas para colherem suas digitais. Neste momento ele tirou uma pequena faca do bolso e tentou cortar o pulso, causando uma pequena lesão em um de seus braços. Para impedir que ele atentasse contra sua vida e integridade física, os guardas tentaram segurá-lo. Uma GCF (Guarda Civil Feminina) que tentava tomar a faca de suas mãos, acabou sendo ferida em uma das mãos. Mesmo ferida ela conseguiu desarmá-lo.

Guarda Civil Feminina é ferida com faca quando tentava desarmar indivíduo


Foram necessários cinco policiais para segurar o indivíduo. Ele foi socorrido à UPA do Atalaia onde foi atendido, medicado e liberado. A GCF também foi atendida e passa bem.


O caso foi registrado no DP de Cotia em boletim de ocorrência de natureza "Furto (art. 155) - Estabelecimento Comercial § 4º - A pena é de reclusão de 2 (dois) a 8 (oito) anos, e multa, se o crime é cometido: II - com abuso de confiança, ou mediante fraude, escalada ou destreza; e Lesão corporal (art. 129)".


Atendeu a ocorrência a viatura de Romu 39, GC´s De Andrade, Reinaldo e Souza, com apoio da viatura de Romu 37, GC Salvador, GCF Militão e GC Araújo.

206 visualizações

Comments


bottom of page