Itapevi: GCM prende homem acusado de zoofilia


A prisão foi realizada no Jardim Paulista

A Guarda Municipal de Itapevi participou da prisão em flagrante de um ajudante de cozinha, de 33 anos, acusado de abusar sexualmente e realizar maus tratos em dois cachorros e ainda promover festas e filmar outros homens mantendo relações sexuais com os animais. A ocorrência foi realizada, no sábado, no Jardim Paulista, na casa onde o suspeito residia, com a participações de policiais civis e colaborares de uma ONG de proteção aos animais. As autoridades foram até o local após receberem denúncias anônimas.


O acusado ainda tentou fugir e um guarda municipal o deteve enquanto tentava pular o muro. Uma testemunha que mora no local, contou aos policiais que o ajudante promovia festas no local, com outras pessoas e que não ficava na residência, porque sabia que eles poderiam abusar dos animais e não compactuava com isso.


O ajudante foi preso acusado de promover e participar dos atos, conhecidos como zoofilia, e ainda divulgar em redes sociais as fotos e vídeos. A Polícia Civil aprendeu o celular do homem com diversas imagens e gravações dos atos sexuais realizados nos pets, que foram levados para exames periciais e na sequência encaminhados para a ONG.

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia, no centro de Itapevi.