Itapevi inicia 2ª Campanha de Castração para cães e gatos


Cirurgias foram previamente agendadas e acontecem no Castramóvel, que está estacionado no Ginásio de Esportes

A Prefeitura de Itapevi iniciou nesta quinta-feira (21), a segunda Campanha de Castração de Cães e Gatos de Itapevi. A ação realizada pela Secretaria de Meio Ambiente e Defesa dos Animais acontece de 21 a 29 de janeiro, no Castramóvel, que está estacionado no Ginásio de Esportes, (Av. Rubens Caramez, 1000) e prevê a realização de 610 cirurgias que já foram previamente agendadas.

Nesse primeiro dia, foram realizados os procedimentos apenas em felinos, no segundo, apenas em cães e assim, sucessivamente.

A primeira etapa da campanha irá contemplar cerca de 600 donos de pets que se inscreveram pelo cadastro online no site http://castracao.itapevi.sp.gov.br/. O atendimento aos animais sob a responsabilidade de protetoras da cidade também está previsto nesta etapa.

De 9 dezembro ao dia 6 de janeiro, o site de castração recebeu 2.313 inscrições online. Os demais inscritos serão atendidos nos próximos agendamentos.

A abertura de novo cadastro acontecerá a partir de março. Após a inscrição, agentes da Secretaria de Meio Ambiente e Defesa dos Animais entram em contato para fazer o agendamento, por isso, é importante que os contatos fornecidos estejam corretos e possam receber ligação em horário comercial. O tempo médio de espera é de até 90 dias.


Balanço

Em 2020, a Prefeitura de Itapevi realizou 4.023 cirurgias gratuitas de castração de cães e gatos. O serviço teve início em fevereiro passado, a partir da criação do Castramóvel, um ônibus adaptado como consultório veterinário itinerante, que circula pelos bairros realizando atendimento pré-agendado.

Por ser um consultório adaptado, são realizadas cirurgias em pets com até 15 quilos e sem raça definida. O programa gratuito não contempla animais de raça.


Recomendações

Os animais devem estar com, pelo menos, seis horas de jejum de alimentação e água e chegarem até 15 minutos antes do horário agendado. Devem ser trazidos em caixas de transporte (uma por animal), por um único tutor adulto obrigatoriamente, sem outros acompanhantes e crianças.

As medicações para o pós-operatório serão entregues na alta do animal, como antibiótico, analgésico e antiinflamatório em um único comprimido a ser administrado a cada 24 horas, por três dias e nunca em jejum.


Foto: Pedro Godoy ExLibris PMI

32 visualizações