Itapevi: Prefeitura estende abrigo noturno a animais das pessoas em situação de rua


Enquanto os donos são acolhidos para pernoite em hotel, cães são levados para Canil Municipal, alimentados e devolvidos pela manhã

Mais uma importante ação de proteção às pessoas em situação de rua foi implantada pela Prefeitura de Itapevi nesta quinta-feira (29). A partir de agora, todas as pessoas que estejam dormindo na rua e que tiverem algum animal de estimação também terão um abrigo garantido para seus bichinhos nas noites frias de inverno.


Assim que a equipe do Programa Amor Acolher estiver na busca ativa, de segunda a domingo, dos moradores de rua para o pernoite em hotel, se for constatado que alguém tenha em sua companhia algum animal de estimação, a pessoa também será convidada a autorizar que seu bichinho seja encaminhado para o canil da Prefeitura, onde ele será alimentado e poderá dormir em um local quente e limpo.


Assim, além de estar segura contra o frio no hotel, com acesso a sopa, banho quente e um quarto limpo com cobertores, o hospede também ficará tranquilo sabendo que seu amiguinho está seguro, alimentado e aquecido no canil. Pela manhã, o animal será devolvido ao dono no mesmo local que eles se despediram na noite anterior

Para esta ação, a equipe do Programa Amor Acolher, mantido pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, conta com o apoio dos agentes da Secretaria de Meio Ambiente e Defesa dos Animais.


Canal com a população

Além da busca ativa realizada pelos assistentes sociais, a Prefeitura também disponibiliza um canal direto com a população para solicitar acolhimento a pessoas que dormem nas ruas, nas noites de inverno.


A rede de proteção funciona assim: caso o cidadão presencie alguma pessoa dormindo na rua ou procurando abrigo, deve ligar para o telefone (11) 4141-0474, o agente pegará o endereço e um ponto de referência e solicitará que uma equipe do Programa Amor Acolher vá até o local e converse com a pessoa em situação de rua, oferecendo o pernoite em hotel.


O acolhimento das pessoas em situação de rua é feito sempre de maneira espontânea. Embora todos os serviços oferecidos tenham como objetivo exclusivo manter a saúde deste público, nem todas as pessoas nestas condições aceitam participar porque se recusam a seguir as regras sociais exigidas pelo programa.


Quem não aceita o pernoite, recebe um cobertor e orientações para se proteger do frio. Todos em situação de rua contatados pelas equipes da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania são cadastrados e acompanhados pelo Centro POP (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua).


Legenda: Agentes da Secretaria do Meio Ambiente e Defesa Animal utilizarão veículo especial para transportar animais de moradores de rua

Foto: Willian Leite PMI

27 visualizações