top of page

Itapevi: Prefeitura inicia construção do Centro Especializado de Reabilitação


Novo serviço que vai ampliar o atendimento no segmento terá investimentos de R$ 20 milhões e deve ser concluído até dezembro de 2024


A Prefeitura de Itapevi iniciou oficialmente neste sábado (11) a construção do Centro Especializado de Reabilitação (CER), na área onde funcionava a antiga sede da Comunidade Kolping Cristo Rei (Rua Helena Abreu da Silva, 33 - Jardim São Carlos). O prédio terá 3 mil m² de área construída, com dois pavimentos para suprir uma demanda completa aos moradores nesse atendimento. O investimento será de R$ 20 milhões, com recursos municipais e do Governo Federal.


A expectativa é de que o novo espaço esteja concluído em dezembro de 2024, com a finalidade de ampliar a quantidade de atendimentos aos pacientes do município com necessidades de reabilitação motora, neurológica, respiratória, auditiva e visual. Depois de concluído, o CER irá absorver todas as operações do Centro de Reabilitação de Itapevi (Reab), que atualmente funciona na Cohab e presta serviços para 3 mil pacientes.


As obras foram iniciadas após o lançamento da pedra fundamental do novo centro. A implantação da futura unidade faz parte do trabalho da administração municipal de aumentar a abrangência no setor da saúde da região. Dessa forma, é possível melhorar a assistência médica da população da cidade, por meio de uma unidade moderna e bem equipada.


Será um prédio completo que vai reabilitar todos os tipos de deficiências e de tratamentos que precisam de reabilitação. Nós vamos trazer dignidade e respeito para essas pessoas com as obras que começam nesta manhã”, destacou o prefeito Igor Soares (Podemos).


Detalhes do CER

O CER será construído para prestar serviço aos pacientes com deficiência que precisam de reabilitação e desenvolver seu potencial físico e psicossocial. Os dois pavimentos contarão com consultórios, salas de atendimento multidisciplinares, como cinesioterapias, de estimulação precoce, eletroterapia, de terapia, de próteses oculares e de oftalmologia, além de outras especialidades.


Além disso, haverá uma área de orientação de mobilidade, um ginásio com quadra poliesportiva, piscina aquecida e vestiários. O prédio terá uma fachada de vidro e, do lado de fora, terá vagas de estacionamento na área externa ao redor.


Como será o atendimento

O novo centro será destinado para prestar assistência especializada às pessoas com deficiência que necessitam de reabilitação. A missão será desenvolver o potencial físico e psicossocial dos pacientes.


O diagnóstico, a avaliação e a orientação são de responsabilidade da equipe multiprofissional, composta por fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, médicos, psicólogos, assistentes sociais, dentistas e enfermeiros. Para proporcionar o acesso de pessoas cuja deficiência interfira em sua mobilidade e em sua acessibilidade aos meios de transporte convencionais, o serviço conta com veículos adaptados para o transporte dos usuários.


Os serviços deverão ser mantidos com repasses do governo federal em coparticipação com o município. Os recursos humanos e materiais do atual Reab serão remanejados para o novo espaço de atendimento. Entre eles, estão 17 fisioterapeutas, seis fonoaudiólogos, quatro terapeutas ocupacionais, um psicólogo, um assistente social, dois médicos peritos e dois dentistas.


Também serão contratados novos profissionais para aumentar o volume de atendimentos. O Reab funciona desde 1978 na Cohab.

 

Fotos: Christian Carracci/PMI

20 visualizações

コメント


bottom of page