top of page

Itapevi: Via Mobilidade e Prefeitura pretendem entregar melhorias em Amador Bueno em julho

Atualizado: 12 de jun.

Melhorias fazem parte de um pacote de desenvolvimento na região

 

A Prefeitura de Itapevi, em parceria com a concessionária Via Mobilidade, executa duas obras com o objetivo de melhorar a fluidez de motoristas e pedestres na região de Amador Bueno.


Desde 2023, a empresa responsável pela operação da linha 8 do trem Diamante (Júlio Prestes /Itapevi), a Via Mobilidade iniciou a instalação da nova passarela próximo à estação de trem de Amador Bueno. O objetivo é encerrar a passagem de nível trazendo mais segurança para pedestres e usuários do serviço.


A nova passarela ligará o acesso de pedestres e usuários à Rua Ezequiel Antonio de Oliveira, na altura do número 700, levando para as Estradas do Prado e Sabiá na região.

O intuito da concessionária é fechar completamente as passagens de nível na Estação Amador Bueno, uma na Estação Santa Rita, além da pavimentação em um trecho da Estrada do Prado.

 

Pavimentação da Estrada do Prado

A pavimentação asfáltica da Estrada do Prado (Jardim Santo Antonio) em 512 metros de extensão da via está prestes a ficar pronta.

As obras são parte do projeto de melhoria para a cidade em virtude da concessão da Linha Diamante do Governo do Estado de São Paulo para a empresa.

 

Melhorias já realizadas na região

Em novembro do ano passado, a concessionária entregou as obras de alargamento da passagem inferior sob a linha férrea na estação de Ambuitá. As obras ligaram a Rua Dr. José Alexandre Crosgnac à Estrada de Araçariguama e à Rua Sabrina das Dores.

Em abril, a ViaMobilidade iniciou a construção da nova estação Ambuitá, da linha 8-Diamante, que é viabilizada através da parceria entre a Prefeitura de Itapevi e a concessionária. A obra recebe o investimento de R$ 23 milhões.

A expectativa é de que os serviços sejam concluídos no primeiro trimestre de 2025. A nova unidade está sendo levantada exatamente onde ficava a antiga estação, na rua Dr. José Alexandre Crosgnac, 110.

A estação foi desativada e demolida em 2010, após um projeto de modernização da linha, realizado na ocasião pelo Governo do Estado.


Foto: Divulgação PMI

Comments


bottom of page