top of page

Jandira: Policiais do GOE recuperam carga de chocolates e prendem quatro indivíduos

Mercadoria era desviada da empresa e vendida por preços inferiores nas redes sociais


Fau Barbosa

Na sexta-feira, 1º de março, Policiais Civis do GOE - Grupo de Operações Especial, da Seccional de Carapicuíba foram procurados pelo representante de uma empresa de chocolates, o qual informou que após realizarem uma auditoria constataram que estavam ocorrendo vários furtos de mercadorias na empresa. O fato já havia sido registrado em boletim de ocorrência na Delegacia de Itapevi. Por conta própria, o auditor passou a fazer algumas pesquisas nas redes sociais e verificou que algumas mercadorias estavam sendo ali comercializadas com valores bem inferiores ao de mercado, gerando desconfiança de que elas poderiam ter alguma relação com os furtos, já que a empresa apenas vende seus produtos para representantes e lojas credenciadas.


A investigação

Diante das informações, a equipe do GOE fez um monitoramento da conta da rede social e os policiais chegaram até o endereço do "vendedor", no bairro Sagrado Coração, em Jandira. No local foi identificado o responsável pela venda, o qual disse que estava trabalhando para outro indivíduo, que seria o real proprietário das mercadorias e da casa onde estavam os produtos.


Foi autorizada a entrada dos policiais na casa, onde a equipe localizou 23 caixas de chocolates espalhadas em vários cômodos. O dono da mercadoria e do imóvel foi localizado e confirmou que as mercadorias eram de sua propriedade e disse que havia adquirido de outro indivíduo com quem tinha relações comerciais. Ele levou a polícia até a casa do terceiro suspeito, no Jd Silveira, em Barueri, onde os policiais localizaram, na garagem, 40 caixas com mais mercadorias da empresa. No local estavam dois indivíduos e um caminhão estacionado em frente à residência. Dentro dele foram encontradas mais 80 caixas de chocolates. Todas as caixas continham trufas, ovos de Páscoa e barras de chocolate.

Parte da carga desviada da empresa foi localizada dentro de um caminhão em Barueri


Os indivíduos confirmaram que eram os responsáveis pelas mercadorias, porém não apresentaram a sua procedência. Foi dada voz de prisão sendo todos foram levados para o DP de Jandira, juntamente com as mercadorias e o caminhão. Os quatro indivíduos, de 43, 40, 34 e 27 anos foram presos em flagrante por Receptação qualificada (art.180) e recolhidos à Cadeia Pública de Carapicuíba para serem apresentados em audiência de custódia.


O Delegado Titular de Jandira, Dr. Sergio Augusto M. de Melo, falou à reportagem do Portal Viva. "Os autuados são receptadores. Agora as investigações tem como foco identificar quem está desviando as mercadorias da empresa."


A mercadoria desviada, avaliada em torno de R$ 92.000,00 (noventa e dois mil reais), foi restituída à empresa.



147 visualizações

Commentaires


bottom of page