top of page

Jovens do CASA Osasco I visitam o Allianz Parque, a casa do Palmeiras

Acompanhados do presidente da Fundação CASA, eles vivenciaram o Allianz Parque Tour na visita à arena do Verdão nesta terça, 30.

 

Cinco adolescentes que cumprem medida socioeducativa de internação na Fundação CASA Osasco I, em Osasco, vivenciaram na terça-feira, 30, uma experiência inédita e inesquecível: o Allianz Parque Tour, a visita guiada de cerca de uma hora e meia à arena do Palmeiras no bairro de Perdizes, na cidade de São Paulo.

 

O presidente da Fundação CASA, João Veríssimo Fernandes, acompanhou os jovens durante toda a visitação. Um dos mais modernos estádios de futebol do Estado, o Allianz Parque não é só a “casa do Verdão”, mas também recebe shows de grandes artistas brasileiros e internacionais. Os ingressos para o Tour foram cedidos pelo clube.

Jovens do CASA Osasco I visitam o Allianz Parque, a casa do Palmeiras

Os adolescentes, com idades entre 16 e 19 anos, percorreram camarotes, arquibancadas e vestiários, chegando ao ponto alto do tour: o gramado. Eles entraram mesmo local em que os jogadores profissionais ingressam no campo, além de observar as cabines de transmissão, ocupadas por profissionais da imprensa durante os jogos, e sentar no banco de reservas para fotos.

 

Ainda posaram para fotos no gramado, ao lado da taça da Libertadores da América, título que o Palmeiras conquistou por três vezes, nos anos de 1999, 2020 e 2021.

Jovens do CASA Osasco I visitam o Allianz Parque, a casa do Palmeiras

“Eu nunca tinha passado por uma experiência como esta (do tour). Pude ver como é todo o processo que os jogadores passam até entrar no campo e até mesmo como é para o time visitante ficar no banco de reservas. As sensações que tive hoje levarei para a vida toda”, resumiu o jovem Kevin (nome fictício), de 18 anos, originário de Barueri.

 

“Gosto muito de jogar e assistir futebol. Pratico esporte desde pequeno e com ele aprendi a conviver no ambiente coletivo”, completou o jovem, que jogou futebol em um projeto social da sua cidade.

 

Para o presidente da Fundação CASA, o esporte é um fator primordial na recuperação dos adolescentes durante a execução da medida socioeducativa. “Não só a família e o Estado devem atuar na ressocialização dos adolescentes que cumprem medida socioeducativa, mas também a sociedade e contamos com parceiros nesse trabalho”, afirmou João Veríssimo Fernandes. “A sociedade também tem sua parcela de responsabilidade.”

 

Por parte da Fundação CASA, ainda participaram da visitação a diretora da Diretoria de Gestão e Articulação Regional (DGAR), Ivanete Gonçalves de Oliveira; a assessora especial da Assessoria Especial de Política Socioeducativa (AEPS), Fátima Marcato Brandão; e seis servidores do CASA Osasco I: dois profissionais de Educação Física, uma assistente social, um coordenador de equipe, um agente de apoio socioeducativo e a diretora do centro de atendimento, Fabiane Valentim Koetz.


Imagens: Divulgação/Matheus Vinícius

Comentários


bottom of page