Luto: GCF de Cotia é mais uma vítima do Coronavírus


Rosi Carregoza Teles tinha 48 anos e estava na corporação desde 1998

Mais uma vez a Guarda Civil de Cotia está de luto. No último sábado,24, a corporação perdeu a GCF Rosi Carregoza Teles, mais uma vítima de complicações da Covid-19. Rosi teria contraído o vírus uma semana antes de ser iniciada a imunização em profissionais da área da segurança pública.

A Guarda Civil de Cotia publicou nota em suas redes sociais:

"A Guarda Civil de Cotia manifesta seu profundo pesar pela perda da Classe Especial Carregoza, devido a complicações da Covid-19. Rosi Carregoza Teles tinha 48 anos e ingressou na primeira turma de GCF's em 01 de abril de 1998, registrando em sua carreira a competência e o amor à causa pública, tornando-se querida e admirada por todos. Nesse momento de dor, pedimos à Deus que console o coração dos familiares, em especial aos seus irmãos de sangue, Roseli, Rosangela e Gerson, que também são integrantes desta Instituição de Segurança Pública.

#guerreira #vaiempaz

“Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.”


In memorian

Em abril de 2020, logo no início da pandemia, a GCM de Cotia já havia perdido dois profissionais. O GCM Rogério que faleceu após ser diagnosticado com o Coronavírus e ficar internado por vários dias e o GC De Paula, que socorreu Rogério e morreu no mesmo dia que ele, após sofrer um infarto.

Em julho, outro companheiro de farda se despediu precocemente da tropa, o GCM Joaquim Tofaneli Neto.

O Portal Viva se solidariza com familiares, amigos e com toda a corporação da Guarda Civil de Cotia. Nossos sentimentos pela perda destes profissionais da linha de frente, que colocaram suas vidas em risco para proteger a população.


98 visualizações