Luto na política: Morre Bruno Covas, aos 41 anos


Internado, o prefeito tratava um câncer descoberto há dois anos. Ele havia se licenciado da Prefeitura de São Paulo para cuidar da saúde.

Morreu na manhã deste domingo, 16 de maio, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas. Ele tinha 41 anos e desde 2019 lutava contra um câncer na cárdia (região entre o esôfago e o estômago). O tumor acabou se espalhando para outras partes do corpo.


Na noite deste sábado (15), representantes de diversas religiões realizaram um ato ecumênico pela saúde do prefeito, em frente ao Hospital Sírio-Libanês, onde Bruno estava internado.


Na noite de sexta-feira, os médicos haviam divulgado nota falando que o quadro de Bruno era irreversível. "O Prefeito Bruno Covas segue internado no Hospital Sírio-Libanês recebendo medicamentos analgésicos e sedativos. O quadro clínico é considerado irreversível pela equipe médica. Neste momento, encontra-se no quarto acompanhado de seus familiares", dizia o boletim.

Bruno Covas publicou foto com o filho Tomás no dia 4 de maio. (Foto: Reprodução/Instagram).


Em nota oficial, o PSDB de São Paulo lamentou a morte de sua grande liderança.

O velório do prefeito Bruno Covas aconteceu no começo da tarde deste domingo(16), na sede da Prefeitura de São Paulo, somente com a presença da família e poucas pessoas devido à pandemia do coronavírus.


Por volta das 14h30, o cortejo seguiu pelas ruas da capital paulista, com o caixão em cima de um carro do Corpo de Bombeiros. Depois seguiu para Santos, cidade natal do prefeito, onde ele foi enterrado ao lado de seu avô, o ex-governador Mario Covas.


Foto: Represa do Morro Grande, em Cotia - Fau Barbosa/Arquivo


24 visualizações