top of page

Osasco: Policial de folga reage a tentativa de assalto


Motoqueiros foram baleados.


Por Fau Barbosa

Nesta terça-feira, 29, por volta das 20h30, policiais militares faziam patrulhamento de rotina quando foram acionados via Copom para ir até o Jd. das Flores, em Osasco, a fim de auxiliar um colega de folga que tinha sofrido uma tentativa de roubo. A informação era de que o policial tinha disparado contra os ladrões, tendo alvejado ao menos um deles.


Chegando ao local, na Rua Dália, os policiais viram uma moto caída com a placa tampada. O piloto também estava no chão, atingido por disparos de arma de fogo. Um veículo estava parado ao lado. O Samu já tinha sido acionado via Copom para socorrer o suspeito, sendo este levado para o Hospital Municipal de Osasco.


A tentativa de roubo

Uma testemunha contou aos policiais que estava em sua moto quando outra moto apareceu com dois indivíduos desconhecidos. O garupa apontava uma arma para ele enquanto o piloto tentava 'fechar' sua moto, tentando fazê-lo parar. A vítima conseguiu acelerar para se desvencilhar dos ladrões. Na sequência, passava um carro pelo local e ele viu a moto emparelhar com o veículo e logo ouviu alguns disparos. Achou que estavam atirando nele por não ter parado e fez a volta para tentar fugir. Depois voltou e entendeu que o motorista do carro era um policial e tinha reagido à tentativa de assalto, baleando um dos ladrões.


O policial militar contou que estava de folga voltando para casa em seu veículo Ônix,

quando de repente uma moto com dois indivíduos emparelhou em sua janela. O garupa estava apontando uma arma (um revólver) para ele e gritou “para aí se não eu vou te encher de tiro”. Em uma reação instintiva, ele acelerou um pouco enquanto empunhava sua arma. A moto acelerou também, perseguindo o veículo. Para se defender, o policial efetuou disparos na direção do garupa armado. O piloto, atingido, perdeu o controle da moto e ambos caíram. Imediatamente o garupa armado levantou e correu a pé, fugindo da cena do crime.

O policial então parou seu carro e desceu, mantendo o piloto no chão (pois não sabia se ele também estava armado) enquanto ligava 190 e pedia por ajuda. As equipes de apoio chegaram e verificaram que o piloto suspeito não tinha arma consigo.


Enquanto aguardava a ambulância do Samu, o suspeito de 21 anos, que estava consciente, deu seus dados dizendo ainda que a moto era 'quente', ou seja, não era produto de roubo. Ela seria da avó de seu comparsa, não dando mais informações sobre ele. O suspeito também confessou que estavam tentando roubar as vítimas e que não tinha nenhuma arma consigo.

A Autoridade policial foi comunicada e requisitou perícia no local. Também foi feita perícia AFIS, tendo comparecido equipe específica para coleta de impressões digitais especialmente na moto, para possível identificação do comparsa. A moto foi apreendida.


Outro indivíduo baleado

Por volta da meia-noite, os policiais foram informados de que um indivíduo de 18 anos baleado tinha acabado de dar entrada no HU - Hospital Universitário da USP. Ele foi reconhecido como sendo o garupa da moto.

Foi requisitada escolta para os dois indivíduos, que foram presos em flagrante e deverão ser apresentados na Cadeia Pública de Osasco quando tiverem alta médica, salvo decisão judicial em contrário.


O caso foi registrado no 1º DP de Osasco, em boletim de ocorrência de natureza "Excludentes de Ilicitude - CPB - Legítima defesa (art. 23, II) e Roubo (art. 157) tentado - com o concurso de duas ou mais pessoas (art. 157,§ 2º, II) e se a violência ou ameaça é exercida com emprego de arma de fogo; (art. 157,§ 2ºA, I)".


Atendeu a ocorrência a viatura M-14311, com apoio de demais viaturas e do Samu.

129 visualizações

Comments


bottom of page