Polícia Ambiental fiscaliza madeireiras na região


Nesta quinta-feira(26), por volta das 11h, policiais militares ambientais fizeram a fiscalização de madeireiras na Rodovia Raposo Tavares, na região da Granja Viana.

.

Após ser feito a cubicagem do estoque foi feito o comparativo com o DOF - Documento de Origem Florestal, do Ibama.


O DOF é uma licença obrigatória para transporte, beneficiamento, comércio, consumo e armazenamento de produtos florestais de origem nativa. O documento conta com informações sobre a procedência desses produtos e também com dados relativos a especificação, volume e destino do material. Sua finalidade é tornar rastreáveis produtos e subprodutos de madeira de origem florestal.


Em uma delas, ao ser feito o comparativo com o DOF, foi constatado um déficit de -1,7487. Sendo assim a madeireira recebeu uma advertência baseada no art.48 da SMA 48/14, sendo elaborado os Termos de Notificação de Autuação Ambiental, Termo de Apreensão e Termo de Destinação.

Segundo a Polícia Ambiental, neste caso as madeiras em questão ficam como se estivessem embargadas na própria madeireira e à disposição da Justiça, não podendo ser vendidas. "Será aberto Inquérito Policial pra averiguar a origem, se criminosa ou não", disse o Cmte. do 3° Pelotão de Polícia Ambiental, Tenente Perez.


Atendeu a ocorrência a viatura A-01202, Cb Lino e Cb Bastos.



63 visualizações