top of page

Polícia Militar atende duplo homicídio em Carapicuíba

Vítimas eram pai e filho. Duas facas foram recolhidas no local.


Fau Barbosa

Por volta das 22h40 desta quinta-feira, 21, Policiais Militares foram acionados pelo COPOM para atenderem disparo de arma de fogo. Em seguida, receberam outra solicitação, de um denunciante anônimo, sobre uma possível agressão. Os Policiais foram para o local, na Avenida Marginal do Ribeirão, na lateral do Parque dos Paturis, em Carapicuíba.

No local encontraram um veículo Toyota Corolla com a porta dianteira do passageiro aberta. O dono do carro, um homem de 65 anos, já estava sem vida. Ele tinha ferimentos na cabeça, no braço esquerdo e na barriga. A cerca de 100 metros dali, estava um outro indivíduo, de 37 anos caído ao solo e com lesões do lado direito, não sendo possível precisar a região do ferimento, ainda com sinais vitais.

O resgate foi acionado e o indivíduo foi socorrido pela Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros para o Hospital Geral de Carapicuíba, onde veio a óbito.

Uma testemunha que estava no local contou à Polícia que somente tinha ouvido gritos vindos de dentro do carro, que estava coberto de sangue.

Duas facas foram recolhidas no local.


Pai e filho

Em consultas aos sistemas policiais, verificou-se que os dois homens mortos eram pai e filho. Uma CNH encontrada na cena do crime tinha a foto do indivíduo de 37 anos, constando o idoso de 65 anos como seu pai. Porém, o documento era falso e estava em nome de outra pessoa.

Ao consultarem os dados do filho, ele constou como "Procurado" pela 2ª Vara Criminal de Carapicuíba e pela 2ª Vara do Juri - Foro Criminal da Comarca de São Paulo.


O crime

Pelo que foi apurado até o momento pela Polícia Civil, o filho tirou a vida do pai dentro do veículo, com diversos golpes de faca. O pai, possivelmente, ao se defender acabou atingindo a artéria braquial (que irriga o braço), o que levou à morte do filho.

O pai trabalhava como vigilante para empresa de segurança e motorista de aplicativo.

A esposa do idoso esteve na delegacia e contou que nos dias anteriores, o filho manteve contato com pai, mas não soube dizer o teor das conversas. Segundo ela, o enteado trazia muitos problemas para o pai, que já havia relatado em algumas situações que o filho era problemático.

Ele teria ido à residência da família na manhã da quarta-feira, 20, e contado que estava trabalhando com consertos de máquinas de lavar. Há algum tempo seu companheiro estava muito estressado, mas ela não sabia a razão pois ele não comentou nenhum desentendimento com o filho.

Na quinta-feira, dia 21, o pai estava de folga da empresa de segurança e, a última vez que ela falou com ele foi por volta das 18h40, por ligação telefônica via aplicativo, quando ele disse que chegaria em casa por volta da meia-noite.

Às 20h, ela enviou mensagem pelo aplicativo a qual foi visualizada mas não teve resposta. Por volta das 01h20 da manhã, os Policiais deram a notícia do seu falecimento.


A Autoridade Policial requisitou exames periciais ao Instituto Médico Legal e ao Instituto de Criminalística, tendo a equipe técnica comparecido ao local e recolhido duas facas para análise da perícia.


O caso foi registrado no 1º DP de Carapicuíba, em boletim de natureza "Homicídio" (art.121).

170 visualizações

コメント


bottom of page