top of page

Polícia Militar realiza simulado de roubo a caixa eletrônico em Caucaia do Alto

Fau Barbosa

Na noite desta terça-feira,14, Policiais Militares do 33º Batalhão realizaram, no centro de Caucaia do Alto, um simulado de ações policiais.


O exercício teve como temática o "Roubo a caixa eletrônico, cuja associação criminosa se utiliza de armamento “pesado”, fechando a rua para conseguir explodir a proteção blindada do caixa eletrônico dentro da agência bancária".


O objetivo do simulado foi demonstrar a pronta resposta, agilidade, força, entrosamento da equipe policial, além do comprometimento com o enfrentamento ao crime. No local foi montada uma barricada de contenção, com dois tambores em chamas.

Coronel Henrique, Comandante do 33º BPMM e Capitão Ivan, Comandante da 3ª Cia de Cotia, iniciam o simulado


A ação

A ação começou com o deslocamento de dois veículos descaracterizados pela Av. Inocêncio Pires de Oliveira. Um veículo sedan/hatch com dois indivíduos estacionou em frente da Agência do Bradesco. Um outro veículo, tipo utilitário/pick-up ocupado por três indivíduos, dois deles com arma longa tipo fuzil, pararam logo atrás, um pouco depois do cruzamento entre a Av. Inocêncio Pires de Oliveira e a Rua 30 de Novembro. Os bandidos desembarcaram.

Equipe de Radiopatrulha

Uma equipe da viatura de Radiopatrulha da 4ª Cia, em patrulhamento, se desloca pela Rua José Lopes Neto sentido Av. Inocêncio Pires de Oliveira, quando na Rua 30 de Novembro, reduz a velocidade ao avistar tambores um pouco a frente, e modula na rede rádio: “COPOM pela Av. Inocêncio Pires de Oliveira x Rua 30 de Novembro há tambores incendiados, possivelmente atividade suspeita de furto a caixa eletrônico, apoio à equipe para averiguação", diz o policial.


Os bandidos, que até então não estavam no “visual da equipe”, andam um pouco para a frente e efetuam disparos de fuzil e de revólver contra a viatura. Os policiais então desembarcam e dão início aos procedimentos de contra-emboscada, procurando abrigo e respondendo o fogo.

O encarregado da equipe modula com o HT novamente para o Copom, pedindo rapidez no apoio e informando a troca de tiros pelo local.


Plano de Contingência

É acionado o Plano de Contingência, que especifica uma série de medidas e ações coordenadas em que as equipes policiais de serviço realizam cercos, deslocamentos e agrupamentos para atuação sob comando, a fim de frustrar a ação criminosa, proteger a sociedade e realizar a prisão de bandidos.

As equipes do CGP IV e do CFP se deslocam no sentido do confronto, entrando na Rua José Lopes Neto x Rua 30 de Novembro para resgatar a outra equipe. Os policiais são recebidos a tiros pelos bandidos.


Força Tática

Enquanto os bandidos estão em confronto com as equipes de apoio, no centro do cruzamento, não percebem a aproximação das equipes de Força Tática, que chegam de maneira silenciosa e discreta pela Rua Dois de Abril. Os outros três indivíduos que estão próximo da agência percebem e gritam aos comparsas, que fogem no Sedam/Hatch, deixando para trás os outros dois.

Os policiais da Força Tática efetuam disparos contra os dois bandidos, acabando por ferir um dos infratores que portava um fuzil. Ele cai ao solo gravemente ferido na região do tórax (para simular o vazamento de sangue pelo corpo, foi utilizada tinta vermelha e a camiseta do bandido, de cor clara, destaca o ferimento).

O outro indivíduo é detido pelas equipes após tentar ajudar o comparsa baleado. Ele é desarmado e algemado.

Corpo de Bombeiros

É solicitado apoio da Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros para o indivíduo baleado. A equipe chega ao local e realiza os procedimentos de estabilização do meliante ferido,e o conduz ao Hospital.

É providenciado pelo Comando de Força Patrulha o apoio de uma viatura de Força Tática na escolta do preso, que é colocado no compartimento de preso na viatura e em seguida, é conduzido ao DP.

Após fazerem uma varredura próximo ao banco, os policiais de Força Tática encontram equipamentos e ferramentas que seriam utilizadas no crime (miguelitos, etc).


O caminhão auto-tanque do Corpo de Bombeiros chega ao local para apagar o fogo dos tambores.

O local é preservado para perícia.

Armamento e munição

Durante todas as ações do simulado o Comandante da 3ª Cia narrou os fatos explicando para os expectadores, em especial os civis, a dinâmica do simulado. Todos os policiais militares estavam equipados com pistolas Glock no calibre .40 e fuzis automáticos calibre 7.62, todos com miras do tipo Red Dot, todas com munição de festim.

No final do simulado, o Comandante do 33º Batalhão, Cel. Marcelo Henrique, agradeceu a presença dos munícipes, dos representantes da Prefeitura, da Câmara Municipal e das presidentes dos Consegs da Granja Viana e de Cotia.

Efetivo

Participaram da ação cerca de 70 policiais, além de 17 viaturas do 33º BPMM, empregadas desde o isolamento e interrupção do trânsito, bem como as viaturas utilizadas na ocorrência, além das viaturas da Secretaria de Trânsito, da Guarda Civil e do Corpo de Bombeiros.


Clique e assista ao simulado:


169 visualizações

Commentaires


bottom of page