Quase mil pessoas não compareceram para tomar a 2ª dose da vacina contra a Covid-19 em Cotia


Segundo especialistas, as vacinas demoram cerca de duas semanas após a segunda dose para surtir efeito.

Dados da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Cotia apontam que a evasão da segunda dose da vacina contra a Covid-19 no município é de 975 pessoas, até a manhã desta sexta-feira (16/04). Na mesma data, a cidade já aplicou 30.865 doses da vacina, destas, 7.372 correspondem à segunda dose do imunizante. A orientação dos fabricantes das vacinas aplicadas no Brasil (Instituto Butantan/Sinovac e Fundação Oswaldo Cruz/Astrazeneca), no entanto, é para que o intervalo entre as doses seja respeitado para não comprometer a taxa de proteção no organismo.


No caso da vacina do Instituto Butantan o intervalo entre as doses deve ser de 14 a 28 dias, enquanto para a vacina da Fundação Oswaldo Cruz este intervalo é de 90 dias. Segundo a Secretaria de Saúde, a vacinação acontece à medida que novas doses são enviadas pelo Governo do Estado e que a cidade não teve desabastecimento de vacinas para aplicar a segunda dose na população.


“Quem não tomou a segunda foi porque não compareceu ao polo de vacinação na data programada. Fazemos um apelo para que a população tome as duas doses. Só assim se completa o esquema vacinal”, alertou Silvana Silva, coordenadora da Vigilância Epidemiológica. Ela destacou que quem deveria já ter recebido a segunda dose e não recebeu deve comparecer o mais rápido possível a um polo em dia de vacinação com documentos e com o cartão comprovando que recebeu a primeira dose em Cotia.

Foto: Vagner Santos