top of page

São Roque: Prefeitura realiza palestras nas escolas sobre prevenção da gravidez na adolescência

Palestras são direcionadas aos alunos do 8º e 9º anos


Durante o mês de fevereiro, o Departamento de Saúde de São Roque está realizando uma série de palestras nas escolas municipais com o intuito de abordar a prevenção da gravidez na adolescência. Esta iniciativa está inserida na Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência, estabelecida pela Lei nº 13.798/2019, com o objetivo de disseminar informações sobre medidas preventivas e educativas para reduzir a incidência desse problema.


Assim, profissionais das Unidades Básicas de Saúde do município estão visitando as instituições para promover essas palestras, direcionadas aos alunos do 8º e 9º anos. Durante esses encontros, os profissionais abordam o tema de maneira didática e leve, orientando e respondendo às dúvidas dos jovens, uma vez que a educação é um dos fatores mais importantes na prevenção.


O Departamento de Saúde busca realizar uma educação sexual integrada e compreensiva, visando promover o bem-estar de adolescentes e jovens ao destacar a importância do comportamento responsável, o respeito mútuo, a igualdade de gênero e a prevenção de gravidezes indesejadas, bem como a proteção contra infecções sexualmente transmissíveis, incluindo HIV, e a defesa contra violência sexual e outros abusos.


Durante o mês, está prevista a visita a cerca de 17 escolas, com estimativa de alcance a mais de 2 mil adolescentes. Essa iniciativa segue as orientações de organizações internacionais como a Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), que pedem que os guias metodológicos e operacionais sejam baseados em princípios e valores dos direitos humanos e sexuais, sem discriminação étnica, de gênero, religiosa, econômica ou social, utilizando informações precisas e cientificamente comprovadas.


A garantia de um desenvolvimento integral na adolescência e juventude é uma responsabilidade coletiva, que requer a união de família, escola e sociedade, além da articulação com órgãos e instituições, públicas e privadas, na formulação de políticas públicas de atenção integral à saúde, respeitando os princípios do Sistema Único de Saúde.


Foto: Julio Martins

13 visualizações

Comments


bottom of page