top of page

Saúde de Barueri alerta para o perigo da dengue no verão


Mês de janeiro, férias, verão e período de chuvas. Época de descanso e de viagens, mas também de atenção devido à possibilidade de proliferação do mosquito da dengue, zika, chicungunha e febre amarela. É por isso que o Departamento Técnico De Controle de Zoonoses (DTCZ), da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Barueri alerta os moradores para que tomem os devidos cuidados a fim de evitar essas doenças.


A adoção de medidas simples pode representar a queda na quantidade de mosquitos vetores, consequentemente reduz a probabilidade de pessoas adoecerem. Essas doenças são transmitidas pela fêmea do mosquito Aedes aegypti. Para impedi-las é preciso evitar que as pessoas sejam picadas por essas fêmeas infectadas.


A melhor forma para fazer isso é impossibilitar que elas nasçam, evitando deixar água parada em qualquer objeto que possa ter um criadouro como pneus soltos, garrafas, calhas, piscinas, vasinhos de plantas, caixas d’água (que devem ser cobertas), bandeja de ar-condicionado, ralos, vasilhames para água e comida de animais domésticos etc.

“A prevenção sempre é o melhor remédio contra essas doenças. Por isso é fundamental que as pessoas tomem todos os cuidados para evitar a proliferação do vírus. A Secretaria de Saúde está atenta ao problema e já tomou as providências para evitar o crescimento das doenças, mas é preciso que todos os moradores estejam atentos aos focos dos mosquitos em suas residências”, recomendou o secretário de Saúde, Dionisio Alvarez Mateos Filho.


Para as pessoas que viajam nesta época, é importante ficarem atentas às regiões de destino, caso sejam áreas de risco de transmissão. O DTCZ recomenda evitar tais regiões, mas caso não seja possível, sempre usar repelentes e não ingressar em áreas de mata.

Para o Departamento de Zoonoses, “a grande preocupação com os casos em que a pessoa adquire o vírus durante viagens é em relação ao período de transmissão. Muitas vezes ela retorna para o município de origem em período de viremia (contaminada), podendo infectar outros mosquitos ao ser picada, que podem transmitir dengue a outras pessoas”.


Sinais e sintomas A pessoa contaminada pode ter febre alta, dores nas articulações e manchas vermelhas pelo corpo. A orientação é que o cidadão procure um serviço de saúde mais próximo, evite a automedicação e informe se esteve em área de risco de contaminação.


Vale lembrar que uma pessoa contaminada pode ser um vetor, caso um mosquito sem o vírus picar uma pessoa doente e introduzir o vírus em outra pessoa.

5 visualizações

Comments


bottom of page