Saiba como transcorreu o pleito eleitoral em Cotia e VGP


Um homem foi preso em flagrante em Vargem Grande Paulista após invadir a cabine de votação

As eleições do último domingo(15), foram bem tranquilas nos municípios de Cotia e Vargem Grande Paulista.


A Guarda Civil, a Polícia Militar e a Polícia Civil estiveram de prontidão tentando coibir os crimes eleitorais.

Nas seções, tudo esteve bem organizado, com todos os protocolos de saúde sendo cumpridos, como obrigatoriedade no uso de máscaras, álcool gel na entrada, mesários com face shield e distanciamento adequado de eleitores.

Ocorrências

Em Vargem Grande Paulista, um homem foi preso em flagrante.

A reportagem do Portal Viva apurou que o caso aconteceu na escola localizada em frente à Delegacia. O presidente da mesa notou um indivíduo estranho à sua seção eleitoral. Ele teria entrado na sala com o pretexto de auxiliar um idoso a votar. O indivíduo teria gritado o número do candidato que este deveria votar e em seguida invadiu a cabine de votação onde o idoso já estava, na tentativa de votar em nome dele. Ele foi contido e preso em flagrante, sendo autuado no Art. 309 da Lei 4.737/1965 - "tentar votar em nome de outrem". O delegado arbitrou fiança, a qual foi paga, e o indivíduo responderá o processo em liberdade. Foi verificando que ele sequer votava naquela seção eleitoral tampouco tinha parentesco com o idoso em questão.


Outros três Termos Circunstanciados foram lavrados, sendo dois por "violar sigilo de voto" e um por "boca de urna".


Em Cotia também foram constatadas "bocas de urna".


Sujeira nas ruas

E mais uma vez a sustentabilidade foi literalmente "jogada no lixo". O flagrante em toda a cidade foi de muito material de campanha jogado no chão, inclusive dentro de algumas escolas, próximo à bueiros e nas calçadas.

Nossa reportagem também recebeu diversas reclamações falando do perigo e informando que várias pessoas teriam escorregado ao pisar no material jogado no chão.


Fotos: Fau Barbosa