SP anuncia início da vacinação de 60 a 64 anos


As novas faixas etárias serão vacinadas, em sua maioria, com o imunizante envasado no Brasil pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

O governo de São Paulo anunciou hoje as datas do início da vacinação contra a covid-19 para novas faixas etárias do grupo prioritário. A partir do dia 29, começam a ser vacinados idosos de 63 e 64 anos. Uma semana depois, em 6 de maio, serão imunizadas as pessoas com idade entre 60 e 62 anos. Atualmente, entre a população em geral, o estado vacina desde anteontem (12) os idosos com 67 anos. No dia 21, está previsto para iniciar a imunização de pessoas de 65 e 66 anos.


Apesar da atualização do cronograma feita pela gestão do governador João Doria (PSDB), a confirmação das novas datas dependerá da disponibilidade de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford. Isso porque, ao contrário do que vinha acontecendo no estado, as novas faixas etárias serão vacinadas, em sua maioria, com o imunizante envasado no Brasil pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), uma instituição federal.


Até agora, a campanha de vacinação paulista vinha dependendo basicamente de doses da CoronaVac, envasada pelo Instituto Butantan, que é ligado ao governo estadual. "A vacinação dependerá aqui da entrega da vacina AstraZeneca da Fiocruz. A Fiocruz informou o governo do estado de São Paulo, os governadores e o Ministério da Saúde sobre a entrega da AstraZeneca. E essas pessoas nessas faixas etárias serão vacinadas majoritariamente com a vacina da Fiocruz, mas também com a vacina do Butantan", explicou Doria durante entrevista coletiva realizada hoje sobre a pandemia.


Além das entregas previstas pela Fiocruz e a distribuição a ser feita pelo governo federal, o cronograma da vacinação contra a covid-19 em São Paulo também depende das prefeituras, que têm autonomia para adotarem datas diferentes. As novas faixas etárias previstas para serem vacinadas a partir do fim de abril somam mais que o dobro de pessoas do que os último grupos que entraram no cronograma.

Enquanto as pessoas a serem vacinadas com 67 anos somam 350 mil e as de 65 e 66 anos são 760 mil, os dois novos grupos representam 2,24 milhões se somados — 840 mil com 63 e 64 anos, e 1,4 milhão entre 60 e 62 anos.


O Vacinômetro do Estado de São Paulo marcou, às 12h55 de hoje, 8.262.320 doses aplicadas, somando 5.787.906 de primeira dose e 2.474.414 da segunda, número que equivale ao total de pessoas que já completaram o esquema vacinal, incluindo os mais de 167,8 mil trabalhadores da Educação e 149,8 mil de Segurança que receberam doses até ontem (13).


Todas as pessoas que integram os públicos da campanha podem acessar o site Vacina Já ( vacinaja.sp.gov.br ) para confirmar o pré-cadastro. O preenchimento do formulário leva de um a três minutos e economiza até 90% do tempo de atendimento nos postos de vacinação. O pré-cadastro não é obrigatório, mas facilita o trabalho dos profissionais da saúde e beneficia a população atendida.


Do Governo de SP

Foto: Alexandre Rezende


100 visualizações