VGP: Prefeitura realiza Audiência Pública para apresentação do sistema Zona Azul


O novo sistema visa melhorar o déficit de vagas no centro e a crescente demanda por estacionamentos.

A Prefeitura de Vargem Grande Paulista está implantando na região central da cidade, o sistema de estacionamento rotativo. Popularmente conhecido como Zona Azul, o novo sistema foi apresentado à população durante Audiência Pública realizada no último dia 25, na Câmara Municipal, onde o prefeito Josué Ramos falou sobre o déficit de vagas e a crescente demanda por estacionamentos.

“É muito comum e frequente observarmos pessoas deixando seus carros estacionados na região central e indo trabalhar fora da cidade, retornando somente no final do dia. A maior parte do nosso comércio e agências bancárias está justamente no centro, onde temos poucas vagas de estacionamento. Por isso a necessidade de criar a zona azul, que para alguns pode ser uma medida punitiva, mas que vem para organizar o fluxo de veículos na cidade e aumentar a oferta de vagas através da rotatividade”, explicou o prefeito.

Segundo Josué, Vargem Grande Paulista é o único município da região metropolitana que ainda não tem Zona Azul. “Esta é a forma que o governo municipal tem para otimizar melhor os espaços públicos, que são poucos, assim como fazem as demais cidades”.

O sistema de estacionamento rotativo foi criado pela Lei Municipal n° 1073 de 2019, e será gerenciado por empresa terceirizada que ainda será contratada por meio de processo licitatório, com a concessão do serviço por 10 anos.

Inicialmente serão 873 vagas, distribuídas entre 24 Ruas e Avenidas devidamente sinalizadas - que terão o serviço Zona Azul disponível de 2ª a 6ª feira, das 9h às 18h, e aos sábados das 9h às 13h. O valor da taxa será estabelecido após o processo licitatório, assim como tempo de carência e a duração do estacionamento.

De acordo com o projeto, apresentado durante a Audiência Pública pelo procurador Geral do Município Douglas Bigarelli, a concessionária fará a arrecadação da receita por meio da venda de cartão Zona Azul ou por meio eletrônico, e repassará ao Fundo Municipal do Estacionamento Rotativo o mínimo de 6% da receita bruta. Esse recurso deverá ser utilizado em serviços na área de engenharia, educação, fiscalização, segurança de trânsito, entre outros.


Foto/Legenda:

Audiência Pública realizada na Câmara Municipal, com a presença do: prefeito Josué Ramos; o vice-prefeito Evandro Teixeira; o Procurador Geral Douglas Bigarelli; Vereadores Ferrugem, Ney e Lucimar; o presidente da Associação Comercial e Empresarial Wanderlei Domingues da Silva; e representantes da sociedade civil.

7 visualizações