Cotia: Moradores relatam falta de energia, alguns há mais de 72 horas


Pessoas tem encaminhado pedido de ajuda ao Portal Viva, falando em descaso da Enel.

 

Por Fau Barbosa

Vários relatos de moradores registram a falta de energia em vários bairros de Cotia. Com as fortes chuvas dos últimos dias, muitas árvores caíram em cima da rede elétrica, rompendo fios e estourando transformadores.


Em Caucaia do Alto, moradores dos bairros Bosque dos Pires e Los álamos II relataram à reportagem do Portal Viva que a situação está insustentável.

"Já estamos indo para o quarto dia sem luz. Idosos, crianças e animais (cavalos, cachorros) estão sofrendo pois a região não tem água encanada e depende de energia para puxar água do poço. Quase cem famílias nessa situação. Desde o dia 18 no início da tarde. Enel só gera protocolo", disse um morador.


Segundo nossa reportagem apurou, os moradores estão revoltados e disseram que pretendem fechar a Estrada de Caucaia em protesto.


Na Estrada dos Pires, um poste caiu e rompeu vários fios de energia.

Granja Viana

O Portal Viva recebeu vários relatos de falta de energia também na Granja Viana.

Alguns casos tem mais de 48 horas, outros beiram as 72h. A chuva tem feito muitos estragos na região. Há informações de algumas quedas de árvores em cima da fiação, fios partidos jogados no chão com áreas isoladas há mais de 24h e alimentos jogados fora.

Árvore caída em cima da fiação elétrica na Avenida José Giorgi


No Horizontal Park, no Jd Recanto Suave, uma moradora informou que desde ontem está com uma área isolada pois um fio se partiu e está energizado. "Depois de uma conversa tensa com atendente ela entendeu a gravidade e registrou o protocolo. Mas não vieram até agora", disse.

Na tarde desta quinta-feira, 20, na Estação do Sino, a chuva forte e ventania causaram estragos no centrinho da Granja. Uma árvore caiu em cima de vários veículos.

São muitos os relatos:


"Um galho caiu sobre o transformador na frente da casa", disse um morador do Jd. Passárgada.


"Estamos sem luz desde o temporal de 3a feira, dia 18! E hoje nos deram previsão de mais 24 hs para o restabelecimento!", relatou uma moradora do Jd. Colibri, na Estrada do Embu.

Na rua Meandro, moradores relatam fios da Enel caídos no chão e energizados.


Na região do km 26, moradores falam em descaso. "Estamos sem energia desde terça, dia 18, às 18h. Pouco caso da Enel", disse morador de condomínio na Avenida José Giorgi.


"Desde ontem sem energia e a Enel só prorroga o prazo de reparo. Árvore caiu sobre a fiação", relatou uma moradora do Gramado. "Estamos há 15 horas sem energia elétrica no condomínio e bairro", desabafa uma moradora do Jd. Barbacena.

Segundo os moradores, o problema no bairro é constante. "TODOS OS DIAS sem energia. No Jardim Barbacena, até sem chuva, estamos ficando sem energia. Está ficando insustentável, já não bastavam os assaltos, agora falta de energia", desabafou um morador.


No Pq. São George, nem instituição de ensino escapou da falta de energia. "Estamos sem energia no prédio desde ontem às 17h30. Já abrimos vários chamados na Enel! Não houve aula ontem à noite e hoje está prejudicado o andamento das aulas".


Obs: Todos os casos recebidos pelo Portal Viva foram encaminhados, via email, à Assessoria de Imprensa da Enel, que prometeu checar todos.


Segurança

Mas não é só o problema de ficar sem energia. A segurança também está em jogo, já que muitos bairros tem sido vítimas da ação dos ladrões.

O Conseg Granja Viana também está atuando junto aos moradores, nos grupos de Vizinhança Solidária. A presidente, Maria Goreti Camarano, informou que estão encaminhando os protocolos recebidos e acompanhando cada caso.


Nota da Concessionária

A Enel encaminhou nota ao Portal Viva falando sobre a situação:


"A Enel Distribuição São Paulo informa que a área de concessão da distribuidora vem sendo impactada por temporais, fortes ventos, alagamentos e até granizo nos últimos três dias. Os bairros da zona sul e oeste da Capital, além dos municípios da região Oeste, como Osasco, Carapicuíba, Cotia, Barueri e Santana de Parnaíba foram os mais afetados.


A concessionária está colocando de forma emergencial mais de 3.000 colaboradores hoje no período da manhã para atender às áreas mais afetadas. A empresa vem atuando junto com Corpo de Bombeiros e Defesa Civil para retirada de galhos e árvores caídos em função das chuvas e restabelecer o fornecimento de energia o mais breve possível'.


246 visualizações