Taxa de pacientes recuperados da Covid-19 chega a 89% em Cotia, mas momento exige cuidados


Casal de irmãos se contaminou pela doença, ficaram internados no hospital de campanha e comemoraram a alta no mesmo dia. Confira os números de hoje.

Dados da Vigilância Epidemiológica de Cotia mostram que dos 2.012 moradores contaminados pelo novo coronavírus, 1.799 já se recuperaram da doença, os números colocam a taxa de recuperação da Covid-19 em 89%. Em relação aos óbitos confirmados, a cidade registrou, até esta quinta-feira (9/07), 106 casos, número que aponta uma taxa de letalidade pela doença em 5%.


Apesar da alta taxa de pacientes recuperados, a Secretaria de Saúde alerta que o momento ainda exige muitos cuidados de todos: tanto do poder público com as ações de prevenção, orientação, fiscalização, entre outros, como da população, usando máscara, evitando aglomeração, higienizando correta e frequentemente as mãos, saindo de casa apenas se necessário.


Mesmo com a retomada das atividades comerciais, abertura de restaurantes, academias, entre outros (conforme previsto no Plano SP e no Plano Retoma Cotia), é necessário que os estabelecimentos respeitem as regras de funcionamento. Todas as informações sobre a flexibilização estão disponíveis em Decreto 8727/2020 (https://url.gratis/qQT4g) e Decreto 8729/2020 (https://url.gratis/o9b7q). Denúncias podem ser feitas para o telefone 4614-4767.

Uma família. Duas vitórias

A equipe do Centro de Combate e Referência do Coronavírus comemorou em dose dupla o clássico momento em que acompanha o paciente de alta até a porta do hospital de campanha. Isso porque, no dia 2 de julho, a servidora pública municipal, Marlene Aparecida Rodrigues, e o seu irmão, Adilson Rodrigues, deixaram juntos o local. Marlene ficou sete dias internadas com Covid-19, e o seu irmão, três.

Ela começou a sentir mal-estar no dia 22/06. No dia 25 procurou ajuda médica, fez diversos exames, inclusive tomografia, e no dia 26, ao analisar o laudo, o médico identificou complicações nos pulmões de Marlene. Nesta ocasião, o que era mal-estar e dor de cabeça, somou-se à falta de ar. Foi removida para o hospital de campanha.

Com resultado positivo para Covid-19, outra preocupação: pai idoso e irmão com comorbidades que moram na mesma casa. A família fez o exame e o irmão testou positivo.

No Centro de Combate, Marlene recebeu todo cuidado necessário, precisou de cateter de O2 por diversos dias e, quando estava completando o quarto dia de internação, seu irmão foi internado. “Meu irmão ficou assintomático, como toda comorbidade, teve um pouco de falta de ar, mas a família nem associou à doença, pois já é um dos sintomas de quem faz hemodiálise”, disse Marlene.


No hospital de campanha, ambos se submeteram às sessão com fisioterapeuta, para fortalecimento dos pulmões e, depois de um dia sem o cateter de O2 e com a respiração mais normalizada, tiveram alta. “Foi uma emoção, fiquei preocupada de ele [irmão] ter que ficar lá, não via a hora de vir embora e trazê-lo comigo. Foi muito emocionante”, descreveu Marlene.


“Todos precisam se cuidar, precisamos entender que é uma doença que a gente não conhece, alguns passam de forma branda e não têm nada, não foi o meu caso. Tive muito medo. A gente tem que redobrar os cuidados para que esta doença diminua cada vez mais, foi uma experiência muito dolorosa, mas graças a Deus estou em casa, mais perto da família e logo poderei trabalhar de novo”, concluiu Marlene que segue em isolamento em casa, bem como o seu irmão, tomando medicações, polivitamínicos e cuidando da alimentação.


Boletim PMC Nº CI Covid-19 (Atualização quinta-feira, 9/07)

O município de Cotia contabiliza 7.794 notificações de casos suspeitos de infecção pelo novo Coronavírus (sendo 819 de moradores de outros municípios).

São 2.012 casos confirmados, 4.804 descartados, 159 seguem em investigação, 1.799 pacientes recuperados, 78 pacientes internados (suspeitos e confirmados), 247 altas hospitalares (suspeitos e confirmados). Há ainda 22 óbitos suspeitos em investigação e 106 óbitos confirmados por Covid-19.


Óbitos Confirmados Covid-19: Mulher (46 anos), Mulher (62 anos), Homem (40 anos), Mulher (60 anos), Homem (60 anos), Homem (50 anos), Homem (65 anos), Homem (46 anos), Homem (43 anos), Mulher (75 anos), Homem (65 anos), Homem (76 anos), Homem (46 anos), Mulher (84 anos), Homem (47 anos), Mulher (77 anos), Homem (62 anos), Homem (88 anos), Homem (82 anos), Homem (54 anos), Mulher (48 anos), Mulher (79 anos), Mulher (67 anos), Homem (64 anos), Homem (55 anos), Homem (46 anos), Mulher (32 anos), Mulher (67 anos), Mulher (41 anos), Homem (41 anos), Homem (67 anos), Homem (88 anos), Mulher (68 anos), Mulher (69 anos), Homem (29 anos), Homem (75 anos), Homem (62 anos), Homem (62 anos), Homem (72 anos), Homem (60 anos), Homem (54 anos), Mulher (54 anos), Homem (61 anos), Homem (94 anos), Mulher (62 anos), Mulher (71 anos), Mulher (80 anos), Homem (58 anos), Homem (53 anos), Mulher (59 anos), Mulher (58 anos), Homem (91 anos), Mulher (66 anos), Mulher (54 anos), Mulher (82 anos), Homem (65 anos), Homem (73 anos), Mulher (71 anos), Mulher (92 anos), Mulher (72 anos), Homem (47 anos), Homem (73 anos), Homem (68 anos), Homem (59 anos), Mulher (52 anos), Mulher (79 anos), Homem (61 anos), Homem (72 anos), Homem (84 anos), Mulher (70 anos), Homem (66 anos), Homem (63 anos), Mulher (56 anos), Homem (81 anos), Homem (45 anos), Mulher (47 anos), Homem (87 anos), Homem (60 anos), Mulher (96 anos), Mulher (50 anos), Homem (65 anos), Homem (72 anos), Mulher (73 anos), Mulher (50 anos), Mulher (64 anos), Mulher (69 anos), Mulher (45 anos), Homem (89 anos), Mulher (66 anos), Homem (60 anos), Mulher (51 anos), Mulher (82 anos), Homem (88 anos), Mulher (79 anos), Mulher (89 anos), Homem (83 anos), Mulher (80 anos), Mulher (77 anos), Mulher (87 anos), Mulher (55 anos), Homem (72 anos), Mulher (74 anos),Homem (59 anos), Homem (65 anos), Mulher (84 anos), Mulher (56 anos).

Foto: Divulgação