Após manifesto, imprensa comparece em sessão da Câmara de Cotia


Depois de fala polêmica, presidente da Casa de Leis permaneceu calado.

Por Fau Barbosa

Na manhã desta terça-feira, 22, vários jornalistas de veículos de Cotia e região estiveram presentes na sessão da Câmara Municipal.

Após ter ameaçado a imprensa de processo, insinuando que os jornalistas teriam produzido "fake news" ao publicar o projeto inicial da taxa do lixo, o presidente da casa, vereador Celso Itiki, ignorou o manifesto repudiando sua fala e permaneceu calado durante toda a sessão. Documento foi assinado por 23 mídias e 3 jornalistas independentes.

No último dia 16 de setembro, o político finalizou a sessão ameaçando os jornalistas, dizendo que se não se retratassem, seriam punidos por fake news.

Leia a matéria completa AQUI.


Manifestações dos vereadores

O vereador Castor abriu a fala na tribuna, se solidarizando com a imprensa e destacando a importância do serviço prestado à população.

"Não podia deixar de registrar aqui hoje o meu apoio à imprensa local. Restringir o direito á informação e da liberdade de expressão é também violar os direitos do povo cotiano. A imprensa é fundamental em qualquer democracia", ressaltou, dizendo ainda que tem certeza que os vereadores da casa legislativa jamais irão tentar cercear o direito da imprensa.

O vereador Professor Osmar seguiu a mesma linha em defesa da liberdade de imprensa. “Essa casa de maneira nenhuma vai adotar um termo autoritário de querer repudiar a livre manifestação da imprensa. Isso não existe nesta casa.”

Edson Silva negou que o presidente da Câmara havia ameaçado censurar a imprensa, dizendo que a fala do presidente foi para quem propaga fake news.

Paulinho Lenha defendeu os meios de comunicação, porém enfatizou as mentiras publicadas nas redes sociais dizendo que elas prejudicam a democracia.

Na tribuna, o vereador Johny Santos insinuou que os meios de comunicação propagaram notícias falsas. “Quero deixar o meu repúdio em relação às fake news soltadas através dos meios de comunicação da nossa cidade. A verdade sempre vai vencer. Então, todos que propagam a verdade, eu quero parabenizar. Todos que propagam a mentira, fica o meu repúdio.”


União em foto histórica

Ao saírem da Câmara os jornalistas posaram para uma foto, mostrando a união da categoria em prol da liberdade de imprensa e da verdade.





57 visualizações