Cotia: Polícia Ambiental flagra novo desmatamento em área de Mata Atlântica


Lotes já estavam sendo construídos no local

Na manhã desta quarta-feira(23), em atendimento de nova denúncia de supressão de vegetação nativa (desmatamento), Policiais Ambientais estiveram na Avenida João Paulo Ablas, no Jd do Engenho, onde constataram a veracidade dos fatos.


O desmatamento, em área correspondente à 0,025 hectares de vegetação nativa, foi feito com a finalidade de construção de moradia, sem autorização do órgão ambiental competente.

Duas pessoas foram autuadas por Crime Ambiental.


Segundo o comandante da Polícia Ambiental, Capitão Sukaitis, "Foi elaborado o Auto de Infração Ambiental por violação do artigo 50 da Resolução SMA 48/2014, sendo os responsáveis autuados e a área embargada".


Mata Atlântica

A área, de Mata Atlântica, faz parte de um corredor ecológico que está em cima do Rodoanel Mario Covas, passa por trás do loteamento Gramado e segue pelo Jardim do Engenho até a Reserva do Morro Grande.


Várias autuações foram feitas nos últimos dias, sendo pessoas conduzidas para a Delegacia do Meio Ambiente de Barueri, conforme matéria publicada pelo Portal Viva.


Os autuados disseram à Polícia que os lotes na região estão sendo vendidos por uma cooperativa habitacional com endereço em Taboão da Serra. Os Policiais Ambientais foram até o local mencionado, porém estava fechado e não havia ninguém lá.


Denúncias de desmatamento e crimes ambientais podem ser feitas pelo telefone 11 5067-1810.


Atendeu a ocorrência, a viatura A-01202 da 2ª Cia - 3° Pel do 1° BPAmb, Cb Guerreiro e Cb Bastos.